Prepare-se para curtir o inverno com neve na atmosfera mística da selva da Patagônia Chilena

O sonho da maioria dos brasileiros é ver neve. Muitos acabam optando por estações de esqui em nossos países vizinhos, como o Chile. Mas a proposta da Reserva Biológica Huilo Huilo é nos apresentar um destino que vai muito além do esqui e da neve e que ainda é pouco explorado por brasileiros: a selva da Patagônia Chilena. Huilo Huilo fica no começo da região patagônica, a 860 km ao Sul da capital Santiago.
Entre os meses de julho e setembro, a principal atração na Reserva é o Bosque Nevado, um Centro de Neve para iniciantes nos esportes de inverno, crianças ou adultos, que podem se divertir só de caminhar pela neve, construir bonecos e apreciar as belas paisagens que a camada branquinha proporciona. Mas que também tem uma série de atividades para quem deseja ir além disso. No Bosque Nevado é possível fazer trekking (caminhada até a geleira do vulcão Mocho-Choshuenco, localizado dentro da Reserva, de onde se avistam vários outros vulcões), andar em raquetes de neve (explorando e descobrindo a magia do Bosque Nevado), esquiar, fazer snowboard, aproveitar o tubbing (um “tobogã de neve” de 250 metros) e ainda tour em moto de neve, explorando a parte superior do vulcão Mocho-Choshuenco, que proporciona uma das mais belas vistas da região.
Essas e outras atividades da Reserva são um complemento ao local que, por si só, já é atração. Huilo Huilo está distribuída em uma área de 100 mil hectares, abrangendo diversos ecossistemas, com uma riqueza de espécies nativas vegetais e animais. Lá existem cerca de 95 espécies de aves, 12 tipos de mamíferos e 328 espécies de flores. A Reserva abriga um Museu, um Centro de Conservação de Huemules, cervo sul andino que corre risco de extinção, e é rodeada por vulcões inativos, bosques, lagos e neve o ano todo. Não bastasse isso, não faltam esportes de aventura, como rafting, tirolesa (sendo que a maior delas é uma das mais radicais da América Latina, com 90 metros de altura e 500 metros de comprimento), caiaque e mountain bike.
Huilo Huilo tem, ainda, três hotéis dos mais exóticos do mundo. Já imaginou dormir dentro de um vulcão? Ou em um hotel construído ao redor de uma árvore? Ou quem sabe em um com formato de cogumelo? Ou, ainda, em pequenas casinhas na árvore? Em Huilo Huilo, tudo isso é possível. Lá, os brasileiros também podem provar a culinária mapuche, povo nativo da região. Os pratos têm carnes exóticas como javali, veado, pato e coelho.
Acesso à reserva
Para chegar até Huilo Huilo, o acesso mais fácil é pelo aeroporto de Temuco, que possui uma média de 5 voos diários partindo de Santiago. A partir daí, o trajeto até a reserva pode ser feito por transfer em um percurso que dura cerca de 3 horas (190 Km). Outra opção, para quem já está na Argentina, é pegar um transporte saindo de San Martin de Los Andes (próximo a Bariloche), cidade que fica a 86 Km de distância, onde a reserva também mantém um hotel. No caminho da Argentina até a reserva é preciso fazer a travessia pelo Lago Pirihueico, que dura aproximadamente uma hora e meia, o que torna a viagem ainda mais bela.
Sobre a Huilo Huilo
Localizada no começo da selva da Patagônia do Chile, próximo ao vilarejo de Neltume (860 km de Santiago), a Reserva Biológica Huilo Huilo é um lugar mágico. Com mais de 100 mil hectares, abrange diversos ecossistemas, com uma riqueza de espécies nativas animais e vegetais. As opções de hospedagens vão desde hotéis de luxo até campings, todos com um diferencial arquitetônico que busca integrar a natureza local ao conforto. Além de atividades de esportes radicais, como tirolesa e rafting, a reserva ainda conta com o Bosque Nevado, um centro de neve ideal para iniciantes nos esportes de inverno.
Fechar Menu